domingo, 20 de setembro de 2009

Presença Vazia (solidão)

video


Esqueci a risada
A solidão bate no peito mais a porta é arrombada
A vida parece tão alta e to no inicio da escada
Onde subo e desço me pergunto se mereço
E se a solidão tem endereço...
Eu apago ela do mapa que eu vivo
E eu quero subir...Mais pra cair é o incentivo!
Apareceu no breu essa presença vazia
Todas vezes que passei por isso o inimigo ria
Tremendo querendo vendo o que ta acontecendo pra isso estar desenvolvendo percebi que era eu mesmo que tava fazendo
Essa imagem da figura que ilustra o meu medo
De minuto em minuto fica tarde mais pra ela sempre será cedo
Sem tempo e sem pressa...
Quer me distanciar de qualquer conversa a mente fica mais dispersa isso é o declínio que regressa pro rumo de uma brecha, a tristeza ta do outro lado da rua e ela diz ATRAVESSA!
Invés de lagrimas saem palavras do profundo interior
Se a vida é bela e doce eu tinha esquecido a beleza e o sabor
O clamor...Em orações foi a resposta
Pra saber que o ponto de interrogação no coração é o que o inimigo gosta
Lido com a solidão como se fosse algo sólido
Pra joga-la longe antes que eu fique mórbido
E resgato...Lembranças da gaveta aumentam como se fosse um diário
Lembrando quando saia como lobo solitário
Querendo esquecer ela pra lembrar das alegrias
Não adiantava porque a solidão foi à companhia
Da agonia, faça chuva faça sol, seja noite, ou seja, dia.
Eu nunca vou esquecer, como ela fez aquela madrugada ficar fria...
E tensa pensa se compensa e vença essa batalha imensa
Se convença que essa luta é espiritual
Onde a conseqüência do deslize é sempre fatal
Cada um cada qual, entre o bem o mal.
Eu poderia te dizer a saída desse labirinto na moral
Mais a busca pra ter um feliz final...É individual!...Somente só, só, só...


J

Nenhum comentário: