sábado, 26 de setembro de 2009

Um lado bom do trânsito.

video
Para ler escutando Cupido- Maria Rita (por favor clique no video acima)

Como um Trânsito pode ser bom na vida de alguém? Geralmente as pessoas costumam reclamar do trânsito por causa do calor, pela falta de paciência, pelo incômodo ou porque estão atrasadas. Nesse dia eu estava atrasada, como diz uma amiga não poderia nem tropeçar e nem imaginar em pegar trânsito, estava com o tempo cronometrado. Entrei no ônibus e me deparei com um ser único e que me faz flutuar. Abri um sorriso e ele retribuiu. Conversamos sobre as nossas vidas e o que mais fizemos foi rir dos acontecimentos que muitas vezes temos uma visão pessimista. Ele não sabe, mas é assim que ele me faz sentir, ele me mostra o lado engraçado da vida. Com todo esse envolvimento, nem percebi que estava parada há quase 15 minutos no mesmo lugar. É uma pena que as pessoas não possam ter uma pessoa tão especial todas as vezes que pegassem trânsito, pelo menos não perceberiam o barulho das buzinas, as expressões dos motoristas estressados, o sol quente, a falta de conforto do transporte público ou seja não perceberiam o tempo passar.

Gaia.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Me respire



Penso em cada palavra dita,
Em cada carinho trocado,
Em cada beijo selado,
Em cada toque,
Em cada olhar,
Sinto saudade,
E por mais que queira esquecer,
Só de tentar esquecer,
Vejo-me a lembrar,
Você desaparece,
Aparece,
E cada vez que aparece, sinto como se o tempo parasse...
E volto a te buscar,
A te querer,
A sonhar,
A saudade dói,
A distância machuca
.
.
.
Não sei se culpo a rotina, o tempo, à distância... Ou se tento entender que existe apenas um esperar...
.
.
.
B.L.

domingo, 20 de setembro de 2009

Presença Vazia (solidão)

video


Esqueci a risada
A solidão bate no peito mais a porta é arrombada
A vida parece tão alta e to no inicio da escada
Onde subo e desço me pergunto se mereço
E se a solidão tem endereço...
Eu apago ela do mapa que eu vivo
E eu quero subir...Mais pra cair é o incentivo!
Apareceu no breu essa presença vazia
Todas vezes que passei por isso o inimigo ria
Tremendo querendo vendo o que ta acontecendo pra isso estar desenvolvendo percebi que era eu mesmo que tava fazendo
Essa imagem da figura que ilustra o meu medo
De minuto em minuto fica tarde mais pra ela sempre será cedo
Sem tempo e sem pressa...
Quer me distanciar de qualquer conversa a mente fica mais dispersa isso é o declínio que regressa pro rumo de uma brecha, a tristeza ta do outro lado da rua e ela diz ATRAVESSA!
Invés de lagrimas saem palavras do profundo interior
Se a vida é bela e doce eu tinha esquecido a beleza e o sabor
O clamor...Em orações foi a resposta
Pra saber que o ponto de interrogação no coração é o que o inimigo gosta
Lido com a solidão como se fosse algo sólido
Pra joga-la longe antes que eu fique mórbido
E resgato...Lembranças da gaveta aumentam como se fosse um diário
Lembrando quando saia como lobo solitário
Querendo esquecer ela pra lembrar das alegrias
Não adiantava porque a solidão foi à companhia
Da agonia, faça chuva faça sol, seja noite, ou seja, dia.
Eu nunca vou esquecer, como ela fez aquela madrugada ficar fria...
E tensa pensa se compensa e vença essa batalha imensa
Se convença que essa luta é espiritual
Onde a conseqüência do deslize é sempre fatal
Cada um cada qual, entre o bem o mal.
Eu poderia te dizer a saída desse labirinto na moral
Mais a busca pra ter um feliz final...É individual!...Somente só, só, só...


J